Santiado do Chile

            Em setembro passado fizemos uma viagem massa!  O ponto de partida foi Santiago, no Chile , seguindo para a travessia dos lagos landinos até Bariloche e, por fim, Buenos Aires. Vou separar os posts para que não fiquem extensos demais. Vamos começar? Hola, Chile!

             Santiago é certamente um dos lugares  mais interessantes que existem.  Limpa, moderna, cultural e civilizada,  a capital chilena fica  aos pés da Cordilheira dos Andes , possui milhares de coisas pra fazer e atende  a todos os  gostos. É uma cidade escandalosamente linda.

IMG_9733

Vista do nosso quarto no Hotel Plaza El Bosque no bairro Las Condes.

            Os lugares preferidos para hospedagem, points  e boa gastronomia são o bairro da Providência , Bellavista,  Vitacura e Las  Condes. Nessas regiões tudo é moderno, lindo, diferente  .  O centro da cidade é onde mais se concentram atrações históricas  e  é indispensável passear por ele,  ou quem sabe até se hospedar. Por lá existem excelentes opções como flats a precinhos ótimos !  Indico o Chile Apart, me hospedei lá em 2012 com 2 primas e adoramos!

          Para visitar os pontos turísticos,  o ideal é pegar o Turistik, aquele ônibus turístico de 2 andares que você sobe e desce no ponto que quiser e assim vai até terminar todo o circuito,  super compensa! Metrôs e táxis são boas escolhas, os serviços funcionam direitinho e por ser muito organizada, fica fácil compreender a cidade.

         Saia cedinho e comece  pelo Cerro de San Cristóbal, que é lindo e você vai ter uma vista incrível da cidade. Na descida vá direito para La Chascona, que é uma das casas ( hoje museu) do maravilhoso poeta Pablo Neruda e embarque nesse mundo de amor e poesia que só os poetas podem oferecer. O Cerro de Santa Lúcia também oferece uma linda vista e achei mais arrumado e bonito do que o San Cristóbal.

sancris

Cerro de San Cristóbal

          No centro da cidade as atrações são muitas,  como o  Mercado Central, que é culturalmente riquíssimo, pena que os garçons são  um porre e o forte cheiro de peixe me deixou tensa.  Escolha um restaurante pra almoçar ( ou não, rs) e delicie-se com as famosas e caras centoullas. Pra fazer a digestão, vá a pé para a Plaza das Armas. É bem interessante o contraste das construções antigas e modernas, bem a cara de Santiago. Como você vai estar com o mapinha na mão,  continue  até o Palácio de La Moneda, que é a sede do governo chileno. A troca de guardas acontece dia sim dia não e é bem disputada pelos turistas.Como eu tinha mais o que fazer, preferi visitar o Centro Cultural do Palácio de La Moneda. Ainda bem. 

tumblr_mu9u50O0zc1skzk8oo1_1280

Plaza das armas e seus contrastes arquitetônicos, é lindo!

Santiago-mercado-central

O Mercado Central é visita obrigatória, só tente sobreviver aos garçons!

         Em geral, não perco meu tempo enfiada em shoppings centers quando viajo, mas os de Santiago são  outros quinhentos. O Parque Arauco  e o Pátio Bellavista  têm a mesma proposta de lojas, são lindos  e colecionam restaurantes super bacanas e aconchegantes. Ótimas pedidas para o almoço ou jantar.  Embalado nas musiquinhas e luzes de todos os tipos, você perde as contas de quantas garrafas de vinho manda pra dentro. O shopping Costanera é novo e tenho vergonha de dizer que não fui. De lá se tem uma das vistas mais maravilhosas da cidade e o edifício é de cair o queixo.

obra-patio-bellavista

Pátio Bela Vista. Lugar delícia!

eumimosant

Um pisco, por favor!

COSTANERA_CENTER1

Costanera Center e sua torre imponente

Parque-Araucano2

Santiago é cheia de parques incríveis . O Parque Auracano é lindo, imagina alugar uma bike e dar um rolé por ali?

comidaaa

Fajitas de mariscos do ” Como agua para chocolate”

           A gastronomia chilena é bem saborosa, principalmente para quem delira com frutos do mar, que é a especialidade deles.  Restaurantes como o Mestizo, Astrid y Gastón,  Aqui está coco, Como Água para Chocolate e Giratório merecem uma visita tanto pela qualidade da comida quanto pela beleza do lugar. Aconteça o que acontecer, não pare de tomar vinho. Os produzidos no Chile estão entre os melhores do mundo e é óbvio que não pode faltar a visita a uma vinícola. Pelas redondezas de Santiago tem várias, mas a mais famosa delas é a Concha y Toro. O lugar é lindo e o tour é bem interessante, mas é preciso fazer a reserva pelo site ou pelo hotel com antecedência. Acabamos almoçando em um restaurante bem agradável perto da vinícola mesmo. Não adianta perguntar, não consigo me lembrar o nome.

concha1

A cara de quem gostou do tour na Concha y Toro

concha

concha-y-toro1

Vinícola Concha y toro

             Outro passeio indispensável e que leva o dia inteiro é ir até Valparaíso e Viña del Mar.  O país é tão estreito que rapidamente se chega ao Pacífico. As duas cidades são importantíssimas para a cultura e economia chilena. Compramos um transfer no hotel mesmo e seguimos até o litoral. A primeira parada é em Valparaíso, uma cidade colorida e um pouco caótica, toda pendurada em encostas. É ladeira pra tudo que é lado.  No topo de uma delas está outra casa-museu do poeta Pablo Neruda, “La Sebastiana”. Eu, apaixonada que sou, fiz questão de visitar e é claro que valeu a pena. Valparaíso mal acaba e já estamos em Viña, uma espécie de balneário de gente riquinha e chique, a ver pelos carros e casas que topamos por lá. Uma visita ao relógio de flores e já podemos partir para o almoço, provavelmente no restaurante-castelo. A comida é boa, a vista é melhor ainda, mas é restaurante bem para turista mesmo , sabe? 

valparaiso

As cores de Valparaíso

A falta de atenção no calendário nos fez pegar um feriado nacional muitíssimo importante: as festas Pátrias. Nos dias 18 e 19/09 quase tudo está fechado,  inclusive restaurantes, vinícolas, atrações turísticas, etc. Pelo menos tivemos a sorte de conhecer um festejo tão importante para eles e foi lindo ver a cultura chilena tão de perto.  Todas as casas e edifícios são obrigados por lei a ter uma bandeira do Chile na fachada. 

nossantiago

A cidade enfeitada nas festas Pátrias

Dicas e curiosidades:

  • O câmbio no Brasil não favorece, então leve o suficiente pro táxi e compre nas casas de câmbio que ficam nas ruas e shoppings da cidade. Perdemos rios de dinheiro nessa palhaçada, sofro até hoje quando lembro.
  • A conversão do peso chileno em real é tensa no começo, mas um truque simples ajuda:  remova os 3 últimos dígitos e multiplique por 5.  Ex:  Se a conta do restaurante deu 50.000 pesos, corte os 3 últimos zeros e multiplique 50 por 5, que dá 250,00 reais.
  • Em Santiago existem cachorros gigantes por todos os cantos.  Vivem nas ruas e são alimentados pelas pessoas, é assustador, mas depois você percebe que são inofensivos.
  • A tomada de lá é diferente de tudo o que você já viu. Leve  adaptadores. Eu tive que comprar no hotel.
  • Abacate está presente em muitos pratos no Chile, inclusive em sanduíches de fast food. Se isso não for problema, você está no céu.
  • Vá a um supermecado.  Você vai encontrar ótimos itens  como azeites, vinhos e condimentos, além de produtinhos de beleza que a gente adora, tudo com preço bacana.

É isso, povo!

Pode colocar Santiago na sua lista de viagem, impossível ir e não querer voltar! Tem Lagos andinos no próximo post!

Beijos,

Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *